Press "Enter" to skip to content

5 Atividades pedagógicas para entreter crianças

Wegho

Tomar conta de crianças exige muita criatividade, interação e dinamismo para que estes não fiquem aborrecidos rapidamente. Contudo, nem sempre conseguimos ter ideias novas. Se é Babysitter ou simplesmente está à procura de atividades diferentes para entreter as suas crianças, a Wegho reuniu 5 sugestões de atividades pedagógicas.

Atividades pedagógicas para entreter as crianças

1. Jogo da memória

Uma das maiores dificuldades das crianças é a concentração. São várias as crianças que não conseguem estar concentrados e atentos a uma determinada atividade ou nas aulas, por exemplo. Porém, esta é uma capacidade que pode (e deve) ser trabalhada desde cedo. Uma das atividades pedagógicas que pode promover a concentração e raciocínio das crianças é o tradicional Jogo da Memória.

Distribua de forma desordenada várias figuras repetidas de animais, objetos ou alimentos, sobre uma superfície plana e com as imagens viradas para baixo. Para jogar, cada criança tem de virar duas peças de cada vez para tentar encontrar os pares corretos, recorrendo exclusivamente à sua memória.

2. Quem é quem?

Se o objetivo é treinar a capacidade de memorização das crianças, nada melhor do que o jogo do “quem é quem?”. Para organizar este jogo, pode recorrer às imagens dos desenhos animados preferidos das crianças, a fotografias de familiares ou pode simplesmente comprar o jogo já pronto a usar. Cada participante terá de escolher uma pessoa ou desenho animado presente no jogo e terá de fazer perguntas aos outros participantes para descobrir a personagem que cada um escolheu para si.

Para além da memorização, estas atividades pedagógicas promovem o desenvolvimento do vocabulário das crianças mais pequenas, na medida em que terão de identificar as características das personagens, como a cor dos olhos, género ou partes do corpo, para descobrir a personagem do adversário.

3. Uma tarde no museu

Sair de casa é sempre uma ótima opção, especialmente se levar as crianças a visitar locais onde podem aprender novas coisas. Descubra o que cada criança mais gosta – carros, pintura, universo, história ou música – e leve-o a uma exposição sobre essa temática, adequada para a sua idade, num museu da sua localidade. Por exemplo, se a criança se interessa por carros antigos, pode levá-lo até ao Museu do Carro Elétrico, no Porto, ou ao Museu Nacional dos Coches, em Lisboa.

O segredo é conhecer os interesses e gostos pessoais das crianças e levá-las a conhecer mais sobre esse mundo, de forma pedagógica e divertida, em simultâneo. Quanto mais interativa for a exposição, mais inesquecível e enriquecedora será a experiência para a criança.

4. Mãos à obra

Não há nada que as crianças mais gostem do que usar as mãos para brincar. Assim sendo, crie atividades pedagógicas que os levem a colocar as mãos na massa, tais como, criar papel reciclado, pintar com as mãos ou plantar.

Para criar papel reciclado, apenas precisa de folhas, revistas e jornais que já não utiliza, um recipiente, água, uma peneira e um liquidificador. Juntamente com as crianças, recortem todos os papeis em pedaços e coloquem-nos num recipiente com água, deixando repousar por 24 horas. Com a sua ajuda, triturem o papel demolhado com o liquidificador e misturem a pasta criada com as mãos. Por fim, coloquem a pasta numa peneira e deixem-na secar por mais 24 horas. As crianças não só ficarão radiantes com o resultado do seu trabalho, como compreenderão a importância de reciclar.

5. A Terra é a nossa casa

Ainda relacionado com a atividade anterior, é muito importante incutir hábitos e comportamentos ecológicos e responsáveis desde muito cedo. Deste modo, incentive as crianças a cuidar do planeta Terra de forma divertida.

Comece por explicar a importância de dar uma nova vida a um produto que, normalmente, iria para o lixo. Depois, com as crianças, reúnam materiais que já não são utilizados ou que iriam para o lixo, como latas de feijão ou frascos de vidro, tintas, botões, palhinhas e outros que possam ser utilizados para criar porta-lápis, por exemplo. Limpe todos os objetos que reuniu e deixe as crianças levarem-se pela sua imaginação.
No final, as crianças terão novos objetos para utilizar no seu dia-a-dia, irão dar mais valor aos mesmo porque foram criados por eles próprios e começarão a dar importância à reutilização de materiais, como uma forma de salvar a Terra.

À procura de uma babysitter?

Cada vez mais famílias recorrem a serviços de Babysitting por não conseguirem ter o tempo desejado para brincar com as crianças, por terem horários incompatíveis com os convencionais ATLs, infantários e escolas, quando surge algum compromisso e não podem ficar com os filhos ou porque simplesmente preferem que as crianças sejam acompanhadas por profissionais, num ambiente mais privado.

Se se revê em alguma destas situações, a Wegho é a ajuda de que precisa! Com o serviço de Babysitting da Wegho, consegue agendar um serviço de cuidado e acompanhamento de crianças na hora que lhe for mais conveniente. O período mínimo de agendamento é de 3 horas e o número de prestadores recomendado varia com o número de crianças e as suas idades. A babysitter poderá ficar responsável por um máximo de 4 crianças, dependendo de várias circunstâncias, como por exemplo a idade ou das características do serviço, pois poderão ser fatores que não tornem possível acompanhar tantas crianças ao mesmo tempo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *