Press "Enter" to skip to content

Eficiência energética: poupe a carteira e o Planeta

Wegho

2019 foi o ano em que o termo “Emergência climática” fez parte de manchetes por todo o mundo. Como em qualquer outra situação, combater estes problemas começa sempre por nós, por aquilo que temos à nossa volta. É por isso que hoje abordamos o tema da eficiência energética da sua casa.

Uma vez que é muito mais fácil projetar uma casa eficiente antes de ser construída, neste artigo abordamos o desafio de casas já construídas e como melhorar a sua eficiência energética.

Uma casa com um bom nível de eficiência energética, para além de poupar os recursos do planeta, poupa a sua carteira. Terá de fazer um investimento inicial maior, mas que a longo prazo compensará. O que precisamos então é de alguma paciência, e que preste atenção aos detalhes que fazem a diferença na altura de optar por uma casa mais sustentável.

Estes são 4 fatores que deve considerar para aumentar a eficiência energética da sua casa. 

1. A+++, esta tem de ser a etiqueta dos seus eletrodomésticos 

Não há divisão de uma casa sem eletrodomésticos. Quanto mais eficiente eles são, menos eletricidade gasta. Na altura de comprar mais equipamentos lá para casa escolha aqueles com esta etiqueta. Mais uma vez, o investimento inicial é maior, mas a médio prazo compensa.

2. Invista em painéis solares

Nem que seja só para aquecer a água, já vale a pena. Portugal é o país europeu com mais horas de sol, pelo que devemos aproveitar muito melhor este recurso. Se tiver possibilidade, coloque também painéis para a produção de eletricidade e, ao fim de alguns anos, poderá ter uma conta de eletricidade extremamente baixa ou mesmo nula. 

3. Melhore o isolamento térmico da sua casa 

Já lhe trouxemos aqui um artigo sobre como saber se a sua casa está bem isolada e como melhorar o isolamento térmico. Quando falamos de eficiência energética, temos de obrigatoriamente abordar novamente este tema.

Uma casa bem isolada é quente no inverno e fresca no verão, tornando quase obsoleto o uso de eletrodomésticos para aquecer ou arrefecer a casa. Mesmo que ainda precise de recorrer a aquecedores ou ar condicionado, o seu uso de energia será incomparavelmente menor, uma vez que a casa conserva melhor a temperatura ideal. 

Mais uma vez aconselhamo-lo a ler este artigo sobre isolamento térmico. 

4. Colete a água da chuva 

Caiu em desuso o uso de calhas e depósitos de água para capturar e guardar a água da chuva. Porém, isto é algo que deveríamos voltar a usar, principalmente se temos um jardim ou horta em casa. 

A chuva é cada vez menos frequente, mas quando chove, chove em grandes quantidades e toda essa água acaba por se desperdiçar. Ao instalar um sistema de calhas no exterior do seu telhado, entubando-a para um depósito de água junto ao solo, estará a captar esta água que poderá ser usada posteriormente. 

A água é um recurso finito que representa uma das contas mais avultadas no final do mês. Este pequeno investimento ajudá-lo-á a rentabilizar este gasto, enquanto aumenta a eficiência energética da sua casa.

Por uma questão de segurança e profissionalismo, a Wegho aconselha que a instalação destas calhas e depósitos seja feita por profissionais especializados. Consulte os nossos serviços de Pequenas Obras e peça o seu orçamento sem compromisso aqui. 

E no dia-a-dia, que hábitos podemos mudar para melhorar a eficiência energética lá de casa? Partilhe connosco as suas dicas nos comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *