Press "Enter" to skip to content

Limpeza de condomínios: o que deve ter em conta?

Wegho

A limpeza de uma casa começa na porta de entrada do prédio e, por isso, começa com uma limpeza de condomínio eficiente e regular. As áreas comuns de um edifício são as primeiras áreas de contacto com os condóminos, obrigando a que sejam limpas e higienizadas com frequência.

A organização destas limpezas é da responsabilidade da administração do condomínio. Normalmente, a administração decide contratar um prestador de serviços de limpeza externo ou, em alguns casos, divide a limpeza pelos próprios inquilinos. Apesar deste último cenário acontecer, não é o mais aconselhável.  É importante que a limpeza de condomínios seja feita por profissionais especializados e vamos explicar-lhe o porquê neste artigo.

Limpeza de condomínios, estes são os 5 fatores a considerar:

1. A segurança dos condóminos

Num local onde circulam muitas pessoas, este é o primeiro fator a ter em conta. Assim, numa limpeza de condomínio terá de verificar se os métodos de limpeza e produtos utilizados são adequados às tarefas. Não só para higienizar, mas também para evitar queimaduras, irritações e intoxicações. 

Durante e após a limpeza do condomínio deve ser assegurada a devida sinalização de piso escorregadio. 

2. Funcionários especializados

A melhor forma de garantir a segurança dos seus condóminos é contratar funcionários especializados. Só eles sabem as misturas de produtos que se podem ou não fazer. Por exemplo, a mistura de amoníaco e lixívia, dois dos produtos de limpeza mais comuns, liberta gases tóxicos para as vias respiratórias e olhos. 

Ao contar com funcionários desta área de atuação, também conta com profissionais equipados com material que lhes garanta a própria segurança. É bom saber que durante a limpeza do condomínio não vão existir acidentes.  

Quer descobrir mais vantagens sobre empresas de limpeza? Clique aqui.

3. Piscinas e outros locais com água

Locais com água são habitats naturais para a germinação de bactérias. Assim, se o seu condomínio tem piscina, pequenos lagos e chafarizes assegure a sua devida higienização com regularidade.

No caso das piscinas, é necessária a mudança do cloro diariamente, bem como verificar se os níveis deste químico são seguros para a utilização da mesma.  

4. Os detalhes e os pormenores que ninguém presta atenção

Corrimões, elevadores, cantos, tapetes, quadros e vasos de plantas são locais caídos no esquecimento na altura de limpar. Contudo, com o tempo acumulam ácaros, fungos e entre outras coisas que ninguém gosta de ouvir. Estes são detalhes que deve ter sempre em conta na limpeza do condomínio.

E, agora, os pormenores: uma limpeza de condomínio completa passa também pelos interruptores, pelas aduelas, tubagens, calhas e portas corta fogo. Até o pavimento e rampas de garagem devem ser limpos. 

5. Calendarização da limpeza do condomínio 

É da responsabilidade da administração do condomínio assegurar uma calendarização correta da limpeza do mesmo. Não basta contratar uma empresa de limpeza externa. É preciso que a limpeza do condomínio seja feita com frequência, tendo em conta a tipologia das limpezas necessárias e a quantidade de habitantes do condomínio. 

Limpezas domésticas e limpezas de condomínio com a Wegho

Da porta de entrada do prédio até à sua casa, os profissionais da Wegho estão preparados para realizar tudo com máxima qualidade e segurança. Higienizar e deixar tudo a brilhar é sempre o nosso objetivo. Peça o seu orçamento sem compromisso aqui. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *