Press "Enter" to skip to content

Organizar roupa: mantenha a sua roupa sempre organizada

Wegho

Montes de roupa para arrumar no closet? Não sabe onde anda aquela sua blusa preferida? Roupa a cair sempre que abre o seu armário? Isso significa que está na hora de arregaçar as mangas e dedicar um espaço livre na agenda a organizar roupa.

Acabaram-se as pilhas de roupa lá em casa! A Wegho selecionou algumas dicas para tornar esta tarefa muito mais fácil.

Guarda-roupa desorganizado, vida desorganizada

Um guarda-roupa desorganizado é muito pouco prático e confere a toda a casa um aspeto ainda mais desarrumado.

Além de perder tempo a encontrar as suas peças preferidas, que muitas vezes se encontram espalhadas por todas as divisões da casa, todo o trabalho que teve a dar a ferro e a dobrar roupa, acaba por ser inútil. As roupas ficam amarrotadas e precisam de ser novamente passadas a ferro para as poder utilizar.

Com a correria do quotidiano, algumas tarefas acabam por ser negligenciadas, por serem “menos importantes”, como organizar roupa. Mas quando damos conta, o caos já está instalado!

Como organizar roupa corretamente

1. Livre-se do que já não usa

O desafio de organizar roupa começa pelo desapego. Grande parte da desorganização deve-se à acumulação de roupa que já não usa, pois deixam os guarda-roupas cheios até não dar mais, ocupando espaço que podia estar livre para novas peças.

Retire tudo o que tem nos guarda-roupas e cómodas e faça três montes de roupa: um com as roupas que já não quer e são para vender ou oferecer, um com roupa para deitar ao lixo e outro com roupa que realmente gosta e serve, que irá manter.

Como Marie Kondo partilha ao longo do seu livro e da sua série Tidying Up With Marie Kondo, “apenas devemos manter as coisas que nos trazem alegria”. Este mantra deve ser aplicado a tudo na vida, não só à tarefa de organizar roupa.

2. Esquematize a disposição da sua roupa

Após decidir as peças que irá manter, é hora de perceber a melhor forma de organizar roupa.

Uma boa dica é esquematizar em papel as várias disposições possíveis do seu guarda-roupa. Defina cada espaço, cada prateleira, gaveta ou cabide para cada categoria de roupa: vestidos, fatos completos, camisolas, camisas, calças, malhas, casacos, entre outros.

Escolha a disposição que funciona melhor para si, tendo em conta a quantidade e o tipo de peças.

3. Organizar roupas e acessórios

Organizar roupa passa por “escutar” aquilo que cada peça necessita. A título de exemplo, tudo o que fica amarrotado muito facilmente, como blusas, camisas, vestidos, entre outas peças, necessitam de ficar em cabides. Já as malhas não devem ficar em cabides para não se deformarem, devem ser colocadas em prateleiras. Acessórios e objetos pequenos devem ser guardados em gavetas.

Para cada categoria, selecionamos algumas dicas para o ajudar a organizar roupa:

  • Vestidos: pendure-os em cabides, consoante o seu tamanho e cor. Organize dos vestidos mais compridos para os mais curtos, e por cores. Pode começar pelos mais escuros, até aos mais claros.
  • Camisas e blusas: pode aplicar a mesma técnica dos vestidos. Organize as camisas e as blusas por comprimento, cores ou tecidos. Desta forma, dará um ar mais harmonioso e organizado ao seu guarda-roupa.
    Coloque as mangas das camisas e das blusas de manga comprida cruzadas à frente. Assim, não corre riscos de entrelaçar as peças umas nas outras ou de estragar as mangas ao fechar o guarda-roupa.
    Se tem várias camisas e blusas, pode economizar espaço ao juntar um cabide ao outro. Existem suportes à venda para este efeito, mas pode simplesmente utilizar as peças que abrem as latas de refrigerantes ou de cerveja (lacre) e encaixar uma por cada dois cabides.
  • T-shirts e camisolas: por terem um tecido menos volumoso que as malhas e as sweat shirts, podem ser guardadas em gavetas, dobradas segundo a técnica do retângulo, de Marie Kondo.
    A técnica do retângulo passa por dobrar a roupa até obter retângulos uniformes, que serão colocados na posição vertical nas gavetas, ao contrário do método convencional que consiste em colocar as peças umas em cima das outras.
    Nas camisolas e t-shirts, coloque as mangas para dentro, até ao centro da peça, e dobre as extremidades, obtendo um retângulo comprido. Depois dobre esse retângulo em três partes iguais, obtendo um retângulo mais pequeno.
    Utilize este método em todas as camisolas, tops e t-shirts e guarde os mesmos nas gavetas, na vertical.
  • Malhas: as malhas devem ser guardadas em prateleiras ou gavetas, para não perderem a sua forma. Dobre-as com a técnica do retângulo, tal como usado nas camisolas e t-shirts, e coloque-as umas em cima das outras.
    Pode organizá-las por cores, começando da mais escura para a mais clara. Desta forma, conseguirá obter uma visão mais arrumada do seu guarda-roupa.
  • Calças: as calças podem ser penduradas em cabides ou guardadas em gavetas, seguindo o mesmo método de Marie Kondo.
    No caso dos fatos completos, coloque as calças no mesmo cabide que o blazer. Assim, tem rapidamente acesso aos conjuntos.
  • Pijamas: dedique uma gaveta do seu roupeiro a pijamas. Junte as calças ou calções à respetiva camisola ou top, para facilitar a procura dos conjuntos na hora de os vestir.
    Os pijamas de verão, de tecido mais leve e menos volumoso, podem ficar guardados em rolinhos, com as alças para dentro, no caso dos tops.
  • Roupa interior: provavelmente, estas peças são as mais difíceis de manter organizadas. Para fugir ao caos, recorra a divisórias para gavetas. Estas mantêm tudo no respetivo lugar, evitando a desordem.
    Use o método do retângulo para as cuecas e boxers. No caso das meias, junte os pares, uma meia em cima da outra, e faça uma dobra a partir do calcanhar até à ponta. Em seguida, enrole e guarde os rolos na vertical.

Também poderá gostar de ler: Como ter uma despensa organizada e limpa?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *