Press "Enter" to skip to content

Dicas e Conselhos Práticos de Limpeza

Beatriz Azevedo

Todos acreditamos que sabemos Limpar…

É a tarefa mais básica de casa, e no trabalho é a que emprega os trabalhadores menos qualificados.

Aprendemos com as nossas mães, as nossas avós ou simplesmente porque “não tem nada que saber”.

Este engano leva a que executemos inconscientemente tarefas de limpeza em casa que estão a danificar os materiais (pavimentos, superfícies, moveis…) e mesmo a nossa saúde e a das pessoas que habitam connosco.

Por outro lado, nas empresas, nas escolas, em instituições publicas administrativas e de saúde, esta situação é ainda mais grave, a contratação de serviços não especializados, sem formação e sem conhecimentos conduz à degradação das instalações, a reclamações sobre o estado das instalações sanitárias e no limite a problemas de saúde pública.

A limpeza implica o domínio de metodologias, o conhecimento das superfícies a limpar e dos produtos, para que seja eficaz. A limpeza implica formação.

Há normas básicas para uma maior rentabilidade do trabalho:

  • Iniciar a limpeza de cima para baixo e de dentro para fora;
  • Iniciar sempre a limpeza pela área mais limpa;
  • Utilizar pano de limpeza específico para cada área respeitando o código de cores instituído;
  • Dar especial atenção aos locais onde se pode acumular sujidade, especialmente cantos e fendas;

Bem como procedimentos que garantem a limpeza eficaz, a conservação e a proteção das áreas a limpar:

  • A água deve ser mudada sempre que se mude de compartimento e sempre que necessário;
  • Após a utilização de detergentes deverá sempre enxaguar-se com água limpa, seguido de secagem;
  • Esfregonas ou panos usados em áreas contaminadas, nunca poderão voltar a ser usados, antes de serem descontaminados;

Os produtos de limpeza têm também um papel essencial na qualidade do resultado final, devem sempre ser respeitadas as instruções do rótulo (na linha doméstica) e da ficha técnica numa linha mais industrial, porque excesso de produto não o torna mais eficaz.

Há uma regra de ouro muitas vezes desrespeitada “não se podem misturar detergentes com desinfetantes”. Se o pretexto é conseguir uma atuação mais rápida o resultado poderá ser uma entrada nas urgências de um hospital com sintomas de intoxicação.

Se vai arregaçar as mangas e pôr mãos ao trabalho não se esqueça de respeitar as normas acima.

Mas se pretende um serviço de limpeza profissional tem uma solução simples: em três passos coloca uma equipa especializada a fazer o trabalho por si. Agende Já:

Agendar Limpeza

Comments are closed.